NOTÍCIAS

17 DE JANEIRO DE 2022
1º de fevereiro de 1997: Nasce a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul

No dia primeiro de fevereiro de 2022, a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio Grande do Sul (Anoreg/RS) vai completar 25 anos. Em comemoração a essa data especial, a série “Momento Marcantes” vai relembrar as principais ações realizadas pela entidade e pelo Fórum de Presidentes das entidades notariais e registrais gaúchas. E o primeiro momento marcante não poderia ser outro: a fundação da Anoreg.

Fundada em 1º de fevereiro de 1997, a Anoreg/RS nasceu com a finalidade de congregar as entidades de classe, bem como seus titulares, e representá-las institucionalmente em temas de interesse conjunto, em especial os relacionados à união e defesa de direitos comuns das categorias, promovendo o aperfeiçoamento da legislação e a estruturação de suas atividades.

A ata da fundação da Associação está devidamente documentada e registrada em cartório. O documento traz informações sobre a Assembleia Geral de Fundação, presidida pelo então presidente do Colégio Registral do Rio Grande do Sul, Carlos Fernando Wesphalen Santos, e secretariada pelo então presidente do Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul, João Figueiredo Ferreira.

Durante a Assembleia, foram eleitos e empossados os membros da Diretoria para o período de 1º de fevereiro de 1997 a 31 de janeiro de 1998. Carlos Fernando Wesphalen Santos e João Figueiredo Ferreira foram eleitos presidente e vice-presidente da Anoreg-RS, respectivamente. O notário e registrador Velasco Balen foi eleito secretário e o tabelião de notas Ney Paulo de Azambuja foi eleito tesoureiro da entidade. Todos eles assinaram a ata de fundação, que contém o primeiro estatuto anexado. As entidades Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS) e o Colégio Registral do Rio Grande do Sul constam também como fundadoras, já que, até então, eram as únicas entidades associadas à Anoreg.

Outro documento importante que vale à pena ser relembrado nesta comemoração é a carta assinada pelo primeiro presidente eleito da entidade comunicando o encerramento de seu mandato e relembrando a alternância dos cargos de presidência e vice-presidência entre as duas entidades fundadoras da Anoreg-RS.

“Renovo o anseio de que notários registradores fortaleçam e consolidem a congregação de seus ideais, com o que estará assegurada a indispensável unidade da classe”, disse Carlos Fernando Wesphalen Santos no documento.

Veja abaixo cópia da carta original, datada de 1º de janeiro de 1998.

Hoje, se fazem representadas pela Anoreg/RS as seguintes entidades de classe: Associação dos Registradores e Notários do Alto Uruguai e Missões (ARN); Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (Arpen/RS); Colégio Notarial do Brasil – Seção Rio Grande do Sul (CNB/RS); Colégio Registral do Rio Grande do Sul;  Instituto de Estudos de Protestos do Rio Grande do Sul (Iepro/RS); Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Rio Grande do Sul (IRTDPJ/RS); Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS); Sindicato dos Serviços Notariais do Rio Grande do Sul (Sindinotars); Sindicato dos Registradores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul (Sindiregis);

Atualmente, a Anoreg/RS segue realizando reuniões bimestrais – também reuniões extraordinárias – para discutir temas de interesse das classes notarial e registral, bem como mudanças na legislação e intervenções na atividade, buscando oferecer orientações e soluções aos associados.

Embora esteja instalada atualmente na Rua Coronel Jesuíno, 421, a primeira sede da Anoreg/RS era na Rua Riachuelo. Também esteve na Av. Borges de Medeiros, 2105.

Acompanhe nossas publicações aqui no site e vamos juntos celebrar e relembrar esses 25 anos.

Outras Notícias

Notícia

24 DE NOVEMBRO DE 2021
IBGE divulga estatísticas do REGISTRO CIVIL

ESTATÍSTICAS 2020


Anoreg RS

16 DE MAIO DE 2022
Resolução reconhece há nove anos casamento entre pessoas homoafetivas

Antes de 2013, a possibilidade de um casamento homoafetivo era remota. Desde então, mais de 60 mil foram celebrados...


Anoreg RS

16 DE MAIO DE 2022
Autor da ação deve provar que imóvel não é bem de família, decide TST

O sócio da empregadora (executado) anexou aos autos as certidões de registro de imóveis e diversos comprovantes...


Anoreg RS

16 DE MAIO DE 2022
Artigo – Como ficam os modelos negociais entre terrenista e empreendedor no loteamento a partir do programa casa verde amarela

O proprietário do terreno, usualmente denominado terrenista e o empreendedor, podem ou não, realizar em conjunto...


Anoreg RS

16 DE MAIO DE 2022
Artigo – Constrição sobre bens de capital essenciais e exigência de taxa de ocupação

A Lei de Recuperação de Empresas e Falência (Lei 11.101/05) determinou que o credor fiduciário não se...


Anoreg RS

13 DE MAIO DE 2022
Presidente do TRF4 atende pedido de cadastramento dos serviços extrajudiciais do Rio Grande do Sul como “Unidades Externas” no Eproc

Os cadastros ocorrerão nas próximas semanas e, quando concluído, informaremos sobre a possibilidade de...


Anoreg RS

13 DE MAIO DE 2022
Artigo – Desafetação das áreas públicas nos loteamentos

Os bens públicos são classificados em bens de uso comum do povo, bens de uso especial e bens de uso dominical,...


Anoreg RS

13 DE MAIO DE 2022
Artigo – Os excluídos da sucessão por indignidade ou deserdação

Posteriormente à abertura da sucessão, é necessário identificar e fazer um levantamento sobre bens, direitos e...


Anoreg RS

13 DE MAIO DE 2022
Impenhorabilidade de bem de família tem de ser alegada antes da assinatura da carta de arrematação

Ao negar provimento ao recurso especial interposto por uma devedora, a Quarta Turma do Superior Tribunal de...


Anoreg RS

13 DE MAIO DE 2022
Itália: igualdade de direitos entre pai e mãe no ato de nascimento dos filhos

No dia último 27 de abril o Tribunal Constitucional italiano declarou que é: "Illegittime tutte le norme che...